• CMV®

Turbina de jateamento: palhetas retas x palhetas curvas

Atualmente, existe uma controvérsia entre o uso de palhetas retas ou palhetas curvas em turbinas de jateamento. Um de nossos projetistas, Charles Cordeiro, desenvolveu alguns estudos acadêmicos sobre esse tema. O mais recente é sua dissertação de mestrado que comprova o desempenho superior de uma palheta curva em relação a uma reta.


O projeto fez uso de simulações computadorizadas utilizando programas como ANSYS, medições de velocidade com câmeras de alta velocidade e medições de vazão.


O que ocorre é que com a palheta curva, mesmo lançando uma quantidade menor de abrasivo (vazão), consegue-se um resultado melhor na intensidade e na taxa de produção, em função da velocidade ser maior. A equação conhecida para a taxa de produção é Ec = m.v² / 2, sendo a velocidade de lançamento do abrasivo o parâmetro mais importante e de maior influência na intensidade do jateamento.


A seguir, apresentamos um teste comparativo de intensidade entre duas turbinas de jateamento. Elas possuem características exatas, diferenciando-se apenas pelo tipo de palheta, uma reta e a outra curva.


O jateamento foi realizado sobre um "arco" equipado com plaquetas de almen dispostas de maneira equidistantes. A medição da flecha de almem produzida x o posicionamento da plaqueta gerou o resultado abaixo:



A experiência comprova que a turbina de palhetas curvas utilizada pela CMV® é muito mais eficiente que a de palhetas retas. Mesmo sendo acionada pela mesma potência, foi possível produzir um pico de intensidade 77% maior. Esse desempenho proporciona diversos benefícios, principalmente um menor consumo de energia e uma maior taxa de produção por unidade de tempo.



Charles Cordeiro

Gerente de projetos da CMV®


Abaixo você confere as publicações de Charles a respeito do tema.



Cordeiro, Charles Amaral de Jesus.

Equacionamento para projetos de turbinas de jateamento / Charles Amaral de Jesus Cordeiro. – 2016.

100 f.: il ; 30 cm.


Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologia de Materiais e Processos Industriais) – Feevale, Novo Hamburgo – RS, 2016.

Inclui bibliografia e apêndice.


“Orientador: Prof. Dr. Eduardo Luis Schneider”.

1. Turbinas de jateamento. 2. Medição de velocidade. 3. Vazão mássica. 4 Consumo de potência. I. Título.­

0 visualização

Localização

 

Brasil: Av. das Indústrias, 940 - Distrito Industrial, Cachoeirinha - RS, 94930-230

 

Estados Unidos: Florida | Orlando

 

Rússia: Sverdlovskaya oblast'

CMV®. Todos os direitos reservados.